_D5A2154-11.JPG
logo final 1pmg.png
regua de logos final.tif
I PRÊMIO MARCELLO GRASSMANN
Artes gráficas

O Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura e Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa anunciam o “I Prêmio Marcello Grassmann” - artes gráficas. 

O Núcleo de Estudos Marcello Grassmann tem o prazer de convidar os/as artistas gráficos que tenham um projeto inédito em gravura para se inscreverem nesta premiação. Os trabalhos realizados durante o período de produção, serão exibidos virtualmente na XXIX Semana Cultural Marcello Grassmann- edição 2021.

Três artistas serão selecionados por profissionais competentes do meio artístico, acadêmico e cultural. Temos a honra de apresentar: Luise Weiss, Maria Bonomi e Mayra Laudanna.

Veja aqui o Cronograma do/da artista selecionado/selecionada: da contratação à exposição

Arquivos para Download:

Contato para dúvidas:

Obrigado pelo envio!

Se preferir escreva para:

premio@nucleomarcellograssmann.org.br

Juradas Artísticas Convidadas:
O Núcleo convidou três importantes mulheres do cenário das artes gráficas, são elas:
Luise Weiss, Maria Bonomi e Mayra Laudanna.

Luise Weiss

Nasceu em São Paulo/SP, em 1953, onde vive e trabalha até hoje. Formada em Artes pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo. Pós-graduada em poéticas visuais, mestrado, doutorado, pós doutorado e livre docência pela ECA-USP.
Leciona as disciplinas de Desenho e Gravura no Instituto de Artes da Unicamp – Campinas- desde 1997, Universidade Mackenzie e no curso de Mestrado em Artes Visuais da Faculdade Santa Marcelina.
Participou de inúmeras exposições, individuais e coletivas, no Brasil e exterior, conquistando diversas premiações, entre elas a Bolsa Vitae de Artes. Entre as mostras destacam-se: “Jovens Gravadores Brasilenõs”, galeria Juan Martin, Cidade de México, México, 1976; “Jeune Gravure Contemporaine”; França e Iugoslávia, 1987; “Jovem Gravura Brasileira”, Amadora, Portugal.


Maria Bonomi

Uma das mais importantes artistas brasileiras, com uma carreira artística distinta e um rico percurso artístico inserido na história da arte brasileira. A xilogravura é a linguagem escolhida e mais utilizada, mas também atuou na cenografia, esculturas e muitos desdobramentos o que a caracterizou como uma artista de atividade múltipla. Seu trabalho é peculiar e possui um olhar contemporâneo, aberto a criações e possibilidades na gravura. Em 1955 expôs suas gravuras ao lado seu mestre Lívio Abramo e dos artistas, Edith Behring e Marcello Grassmann.


Mayra Laudanna

Pensadora da arte, Mayra possui graduação em Licenciatura Plena em Desenho e Educação Artística pela Faculdade de Música e Educação Artística Marcelo Tupinambá (1979), graduação em Licenciatura Curta em Educação Artística pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo (1977), graduação em Pedagogia, especialidade Administração Escolar e Orientação Educacional, pela Faculdade de Educação Piratininga (1981). Possui, ainda, mestrado em Filosofia pela Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (1990) e doutorado em Filosofia pela Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (1997). Atualmente, é docente do Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Artes, pintura, escultura, gravura. Dedica-se, atualmente, aos estudos teóricos e históricos sobre gravura e escultura brasileiras e livro de artista.